CONTADOR DE ACESSO

contador de acesso grátis

segunda-feira, 18 de fevereiro de 2013

CONSTRUIR UMA FAMÍLIA


CONSTRUIR UMA FAMÍLIA FELIZ

 
Em todas as famílias, independentemente da sociedade, ou dos padrões econômicos, cada membro ocupa determinada posição ou tem determinado estatuto, marido, mulher, filho ou irmão, sendo orientados por papéis. Papéis estes, que não são mais do que, as expectativas de comportamento, de obrigações e de direitos que estão associados a uma dada posição na família ou no grupo social. Esta é mais uma história que de maneira acidental, causal ou espiritual foi montada em uma família, que de maneira pedagógica podemos de uma forma ou de outra investir em nossa convivência conjugal e familiar. Acredite, existem acontecimentos que ocorrem unicamente para ensinar à todos que possam com ele aprender qualquer coisa de útil para suas vidas, razão pela qual me proponho a contar esta história que aconteceu com uma família, cujo casal tornara grandes amigos nosso, se não fosse assim não teriam a confiança de nos relatar a grande trajetória conjugal e familiar que a tiveram. Passo a passo de suas vidas será contada neste texto. Esta história começar em uma pequena comunidade do Rio Grande do Sul, Água do Meio, distrito da cidade de passo fundo, neste lugar morava uma família  pequenos agricultores, família grande 5 filhos e muito pouca terra. Teófilo para aumentar a sua renda familiar se especializou na criação de abelhas, o mel extraído lhe dava segurança em poder sustentar os seus filhos. Candinha esposa do

Sr. Teófilo vendia leite, queijo e outros derivados do leite os quais era entregue no comércio de água do Meio. Os filhos maiores do casal estudavam, e nas horas de folga auxiliavam o casal nas mais variedades atividades.  Uma família feliz na medida do possível. Aos domingos todos iam á igreja, isso era sagrado para a família Antunes, o Sr. Teófilo e sua esposa Candinha preservavam a moral como prioridade em suas vidas, os bons costumes e educação tinham como base na estrutura de uma família cristã, e obediente as leis regidas pelo homem. Cinco filhos três com idade escolar, cada um tinha a sua personalidade, dons individuais, diferentes entre si, cada qual com a sua vocação é importante observar os talentos de seus filhos, é necessário os pais observar para poder ajudá-los a desenvolver a sua vocação, coisa pouco dado atenção nas famílias moderna. Talentos são desconsiderados por alguns, o que vale é o interesse financeiro estátus pessoais ou contentamento  familiar, seguindo às vezes a profissão dos pais. Senhor Teófilo já com os seus quarenta anos de idade, parecendo ter cinqüenta, não ingeria álcool, não fumava, não era jogador, e tinha um lema que se orgulhava em contar: Homem para ser bem homem tem que: Servir o exército, casar e ter filhos, plantar árvores e escrever um livro.  Livro ele  Tropeçava nas palavras quando queria se Justificar, Teófilo era um grande contador de histórias tinha uma memória invejável, prova disso foi quando ele me concedeu esta entrevista lembrava-se de detalhes com tanta certeza e detalhes que somente uma memória jovem e bem exercitada poderia dar estas informações. Teófilo amava todos os seus filhos de igual proporção é justo nem poderia ser diferente, o seu desejo era dar a eles um bom futuro.

Futuro para todos, estudar era o que Teófilo mais queria que seu filho tivesse, o apoio era contínuo. Ele e sua esposa Candinha freqüentavam todas as reuniões de escola e até mesmo nas tarefas de escolares ele auxiliava, bem, até uma altura, depois não conseguiu mais a sabedoria do filho ultrapassava os seus conhecimentos, a não ser quando se referia em algum assunto pratico o que se aprende na faculdade da vida. O tempo passava, os filhos cresciam, a dificuldade aumentava Senhor Teófilo perdia noites de sono preocupado com o futuro de seus filhos, freqüentemente os meninos comentavam com ele a possibilidade de irem morar na cidade, para continuar estudando e trabalhar em alguma empresa, para que no futuro quando for adulto não passar por sacrifício no labutar de uma terra tão pequena e tão longe de recursos.  Pai Teófilo escutava com calma e lá no fundo do seu coração sabia que seus filhos tinham razão de tanta reclamação, doía na alma de seu Teófilo quando notava no semblante de seus filhos uma serta tristeza e preocupação para com o futuro. Teófilo economizou alguns dinheiros fruto do trabalho do casal.     Contava o Senhor Teófilo que era um sábado, chuvoso, o sol cortava o horizonte,  as criações recolhidas, detalhes que ele fez questão de contar, e entre um suspiro e outro ia traçando a estratégica de sua história, Teófilo tinha o dom poético tocava violão e chegou até a compor algumas músicas, uma das canções que ele mais gostava de cantar era a música o cantar dos passarinhos, letra que ele compôs se inspirando no cantar afinado dos sabias que enfeitavam e engrossava os galhos das árvores. Pássaros é o fruto mais vivo das árvores ele ficava enfurecido quando encontrava um passarinho prezo em uma gaiola, Teófilo depois de uma grande pausa enxugando as lagrima de seus olhos  com a ponta da manga de sua camisa, concluiu a revelação, anunciou aos seus filhos que estava de acordo de ir morar na cidade. Os seus filhos receberam aquela notícia com um largo sorriso na boca, pularam de alegria.

Teófilo vendeu a sua terra e com o dinheiro comprou uma casa na Vila Sapa em Passo Fundo, bem pertinho da estrada de ferro onde os trens quebravam o silêncio da noite com seus apitos O trem buzinava sempre em cada cruzamento ou curva onde o maquinista não tem visão. Por uma questão de segurança, na Região de Passo Fundo era lei anunciar a passagem do trem, muitos acidentes aconteceram, alguns acidentes com mortes, por causa disso, é regra independente do Horário por segurança dos habitantes que por ali trafegavam Senhor Teófilo abservava admirado aqueles trens lembrava-se das histórias de seu pai que contava as proezas de seu avô quando a Companhia de Estrada de Ferro São Paulo Rio Grande construiu essas ferrovias, muitas tragédias aconteceram na construção desta estrada.  Soltando fumaça nos ares, anunciado a chegada do carrossel longo e acarretado de gente e mercadorias que abastecia uma grande região dos pampas do sul.

Teófilo e Candinha, quando se recolhiam, à noite em seus quartos afastados de seus filhos sentiam-se amargurados, tristes e com uma imensa saudade do de sua chacara e da vida que levava no interior da região em água do Meio, não escutavam mais o som da cachoeira que desaguava bem próxima de sua casa, o berro de suas vacas, o cantar dos passarinhos o badalar sonoro do sino da igreja, o ruído das rodas da carroça de boi de seus visinhos transportando pasto para as criações e o mais importante o aroma da natureza expelindo nos ares o ar fresco e puro e o som de seu velho monjolo.

O senhor Teófilo nos contou que ele e sua esposa passaram a maior parte de suas vidas no sertão, não existia rádio vitrola e nem televisão. Não ouvia e nem via guerras, tragédia e nem ladrão. O que mais ouvia  O cantar dos passarinhos, dos grilos, sapos, e corujas. Os galos cantavam nas belas noites, sendo inverno ou verão ao amanhecer eram sua esposa com suas canções que se ouviam, canções religiosas, ou não, não importava ela cantava. Existia música? Ha existia sim. Que saudade?? Teófilo entre um suspiro e outro narrava a sua história. Que saudade do cheiro do café no fogão de lenha, do bolo de milho, aipim, pirão de feijão, galinha ensopada, leite de vaca à vontade, roupa no varal, água da fonte, boi berrando, sol ardente ou geada esparramada pelo pasto. Que saudade?? Saudade dos domingos e das festas do padroeiro de Santo Antonio descia e subia os morros, as nossas crianças soadas, descalços, íamos a festas ou mesmo o terço de domingo sem cansaço. Que saudade dos bailões com luz de lampião, moça de um lado rapazes do outro lado. Ainda usava-se terno e gravata e no cabelo, brilhantina. Moças virgens com seus vestidos rodados e pó de arroz na face descasada ou mal falada eram descartados, era assim que funcionava o sertão este era o costume a tradição sertaneja.

    Quando a sanfona de oito baixos abria o seu fole e a música começava a tocar os rapazes iam tirar os seus pares, as moças não podia se negar a dançar, se isso acontecesse à prenda perdia a razão, era expulsam do salão.

   Quando a dança começava poeira levantava, misturada com picumã dos lampiões, ninguém se em portava, oque queriam mesmo era se divertir. Era assim que funcionava, que saudade daqueles tempos. O tempo foi passando e tudo foi se acabando.

 Não tem mais sertão, não tem mais cantar dos passarinhos, o cantarem suave e acolhedor de minha esposa já não tem o mesmo sentido, não tem mais café no bule bolo de milho fogão de lenha, não tem mais geado no pasto não tem mais leite gordo na guampa dependurado na parede não tem mais bailão a luz de lampião, água da fonte limpa e preciosa.

Que saudade, Comiam o que semeavam na horta e os animais que criavam, pois o dinheiro era pouco. As carnes eram colocadas dentro de salgadeiras para se conservarem.
Quanto à roupa, tinha pouca e era quase toda feita pelas mulheres.
        Dona Candinha Antunes aprendeu a fazer pão com a sua mãe, quando era “mocinha”. Ela pegava a farinha de trigo recém-preparada no moinho que ficava perto de sua casa e levava para casa, onde, horas mais tarde, enfornados em um forno a lenha os saborosos pães já estavam prontos para ser saboreados de longe sentia o cheirinho vindo do forno a lenha. Hoje, aos 55 anos, ainda aguça a fome dos habitantes  de Passo Fundo, no Rio Grande do Sul, no Planalto médio região central do Rio Grande do Sul, com o aroma provocante de suas fornadas quase diárias.
A farinha,  não é mais a mesma. O moinho construído, no começo do século 20, parou de funcionar em 1970 e bem antes disso já havia deixado de moer o trigo por conta das leis federais que prejudicaram a produção em pequena escala.  O casarão de quatro andares construído em madeira quase desapareceu em meio ao mato e, com ele, a história e a tradição cultural dos primeiros imigrantes italianos que viveram na região de água do Meio, ao lado do muinho foi construída uma raia, muitas corridas de cavalos surgiram ali, enquanto os cilindros moíam o trigo os donos das moagens se divertiam, nem sempre dava para trocar por produtos prontos, tinham que aguardar as vezes horas.
 
As crianças, quando iam para a escola, usavam louza em vez de cadernos e giz como lápis. Os meios de transporte, dos que tinham algum dinheiro, era o burro, a carroça e a bicicleta. Ao fim do dia, para se entreterem, ouviam rádio tocado a bateria e as senhoras bordavam roupas, pois naquela altura não havia televisão. Os brinquedos eram feitos pelos pais com tecido, madeira e osso de gado.

      O  sertanejo legítimo jamais esquece as suas raízes,  não consigo esquecer a vida sertaneja tanto que ainda não perdi o costume o Brasil atual tem uma população urbana muito superior à população rural, mas as cidades estão repletas de pessoas que vieram do campo, e se observarmos bem, sempre temos um "pé na roça", por assim dizer, um parente, um amigo que mora ou trabalha no campo.

Que saudade?

  Sertanejo legítimo jamais esquece as suas raízes, eu, por exemplo, vivo na cidade a mais de sessenta anos, mas não esqueço a vida sertaneja do campo,

  O Brasil é um país vasto, com muitas terras. A formação do povo brasileiro resultou num grande patrimônio cultural. Cultura não é só estudar, ler livros; Cultura são os costumes, as maneiras, e nós brasileiros, somos ricos em costumes:

- No Vestir,
- Na Culinária,
- Na Medicina Popular,
- Na Música,
- Nos Ditados,
- Nas Danças,
- Nas Festas,
- No Falar,
- E em várias outras manifestações.

Porém, nossa cultura sofre uma concorrência, dentro do próprio Brasil, quase desleal com outras culturas, em especial o incentivo para os novos escritores , professores agricultores e outros afins.
  Os governos alguns politiqueiros do povo brasileiro, piora muito quando criam leis e é divulgado na média criando uma imagem e uma esperança de apoio aos escritores que não passa de uma falsa mensagem totalmente eleitoreira, que no final mais complicam do que auxiliam. Teófilo sente saudade Que saudade do levantar antes do sol raiar,
de acordar às quatro horas da manhã como antigamente para desleitar a vacada tirar ração, e não esqueço os mínimos detalhes de cada lugarzinho que freqüentei na velha e saudosa chacrinha tudo está gravado na mente e assim tento reviver em forma de poema matuto tudo que vivi naquele passado remoto. Sinto muita felicidade em poder descrever e divulgar a minha terra.
Dantes, não havia água canalizada. Para terem este líquido precioso, tinham de ir à fonte. Não havia luz elétrica. Para se iluminarem, usavam candeias ou candeeiros a petróleo. Para se aquecerem, faziam lume nas lareiras.
Em nível da alimentação, comiam o que semeavam na horta e os animais que criavam, pois o dinheiro era pouco. As carnes eram colocadas dentro de salgadeiras para se conservarem. Que saudade. O computador, o telefone celular e a televisão, entre outros equipamentos tecnológicos de comunicação, estão transformando os usos e costumes do sertão. Está desaparecendo aquele sertão lírico, romântico, descrito por poetas e escritores. O sertão ingênuo, de gente simples, desinformada, vem sendo invadido pelo progresso, para o bem e para o mal. Hoje em dia, os mais distantes recantos do Interior estão antenados com o mundo globalizado. O agricultor está "plugado" com o universo que o cerca. Um exemplo dessa mudança extraordinária é o grande numero de antenas parabólicas e terrestres espalhadas por este "mundão" afora.
O pequeno povoado de Quedas do Iguaçu no Oeste do Paraná onde nós moramos a 44 anos por exemplo, está coberto de antenas parabólicas, um dos grandes símbolos dessa transformação. Os sertanejos já não se sentam mais nos terreiros de casa, ou nas calçadas, para ouvir "histórias ou conversar sobre a lida do dia. Agora, a conversa é outra. A discussão em torno dos últimos acontecimentos divulgados na televisão: o salário mínimo, a crise no Senado, a corrupção o vandalismo que assola a nossa terra, os escândalos, a violência urbana, os preços dos produtos, o pré-sal e a vitória novamente de Obama para a presidência dos Estados Unidos. 99 % dos domicílios brasileiros têm um televisor em casa.
notícias ruins do outro lado do mundo povoam o sertão a alegria dos dedos de prozas se escafederam. O sertão se desencantou se desencontraram  como dizem os sertanejos no seu linguajar próprio, o que nos consola que  ainda não totalmente engolido pela modernidade. A cobertura  natural, feita com o touro, foi substituída pela moderna inseminação artificial. Até a transferência de embrião já é realizada na região. Aos poucos, a motocicleta vem tomando o lugar do cavalo e da bicicleta como meio de transporte principal. A se voltasse o uso das charretes, até que não seria uma má idéia, Quedas do Iguaçu agradecia. A imagem forte do vaqueiro pilchado com tirador, bolhadeira laço e um bom aperos está desaparecendo junto com as antigas festas de apartação, que cedem espaço para as vaquejadas de grande porte
Tudo oque vivemos hoje não passa de ilusão. Voltando na história:
 Tão logo chegaram à cidade todos já estavam encaminhados na escola e alguns já trabalhando um dos filhos de Teófilo de 13 anos de idade conseguiu um trabalho em uma casa veterinária gostou tanto do trabalho que em um belo dia comentou com os seus pais que ele gostaria de estudar a medicina queria ser veterinário, ou médico mais médico do  que veterinário. Foi nesta casa veterinária que a irmã de Valdomiro conheceu um rapaz e se namoraram, o namoro durou um ano e logo providenciaram o noivado e já marcaram a data do casamento.
Foi um belo casamento o Sr Teófilo estava muito contente s sua esposa também, a festa não custou barato, mas o casal Antunes não se importou do gasto queria era ver a sua filha feliz.
    A felicidade da filha não durou muito, o rapaz agora marido de sua filha, era usuário de droga, e da pesada, o convívio do jovem casal se tornava cada dia que passava mais dramático. Ela era ameaçada de morte todos os dias, e apanhava freqüente mente sem motivo, Isaura era uma menina meiga muito bem educada e tinha um comportamento exemplar todos que a conheceram adorava a menina, todos que tomara conhecimento do convívio do casal ficaram profundamente tristes, não podia a família de Teófilo esta passando esta grande tristeza, e a sua filha sendo mal tratada daquela maneira. Pensamento cuidadoso nos convencerá que conflito sério no casamento não é vontade de Deus para nós. Deus criou o casamento para o bem do homem e da mulher. Ele nunca pretendeu que o casamento fosse uma fonte de ódio e de amargos ressentimentos.
     O senhor Teófilo e sua esposa Candinha resolveram arrancar a sua filha da casa, pois ela já a dias não saia de casa proibida pelo seu marido de por os pés fora de casa, e Isaura de medo de seus ameaço, cumprir a rigor as ordens do marido.
O senhor Teófilo aproveitou uma boa oportunidade arrombou a casa e retirou a sua filha de casa. Izaque marido de Isaura soube da invasão logo foi tirar a limpo, chegando agredir o pai de Isaura, teve que chamar a polícia, para apaziguar o caso.
    Isaura sentindo-se protegida pelos pais não voltou mais para a sua casa, e apartir daquela data foi tomado providência para realizar o divórcio, pois o Juiz munido de todas as evidências juntado pelo advogado da Isaura não foi difícil a concretização do processo. Depois de transcorrido um ano Isaura recebeu os documentos do divórcio.
Isaura precisou muito apoio dos pais e amigos, aquele romance, lhe custou muita amargura e sofrimento, ela passou um bom período em estado depressivo motivo do grande amor que ela Cintia pelo seu marido, a decepção foi muito dolorida, jamais ela imaginaria que  aquele grande amor fosse ter este trágico resultado, o seu coração sofreu um grande abalo e refletiu em toda a família. Os pais de Isaura demoraram em se conformar com o ocorrido, não tinham pagado todas as despesas do casamento e acumulou os gastos do divórcio.
 A família Antunes voltou a terem alegria de ver a Isaura de volta ao aconchego do lar segura e saudável, a gravidez foi descartado todos tinham uma grande preocupação não pelo fato de nascer o seu primeiro neto esperado por todos, mas pelo fato do uso de droga do pai, que poderia afetar a saúde da criança.
Isaura aos pouco foi se recuperando deste abalo, foi voltando ao seu estado normal com muito apoio e carinho de seus pais.
Isaura para recomeçar a sua vida, arrumou um trabalho e se dedicava de corpo e alma em seu serviço, aos poucos foi esquecendo-se do romance que devastou o seu coração aos poucos foi recuperando o que foi lhe arrancado. Graças à perseverança e honestidade, Isaura.
honestidade, Isaura conheceu um rapaz, namoram e se casaram, totalmente oposto do que ela conheceu anteriormente, homem trabalhador e muito digno, tiveram três filhos, tudo corria na mais perfeita harmonia, mas com o nascimento do ultimo filho, ela teve uma  de preção pós-parto, só na época os médicos não conhecia profundamente a doença  de preção, era tratado como doença de memória loucura para ser mais direto, ela foi internada em duas clinica, foi tratada com os métodos de choque, hoje condenada pela medicina por se tratar de um sistema não indicado e muito perigoso. Depois de muito tempo de sofrimento que envolveu toda a família, o SR. Teófilo e Dona Candinha não paravam mais em casa só ao lado de sua filha dando os cuidados necessários para sua recuperação.
   Graças a assistências que o seu marido deu ela se recuperou só que o tratamento teve que continuar por muito tempo. Isaura hoje é muito feliz tem uma família maravilhosa e os dias voltaram a brilhar novamente, voltou a paz para todos.
Enquanto o tempo corria em uma marcha lenda conduzindo o drama de Isaura os outros filhos, Lauro, Lucas Valdomiro e Valter na medida do possível iam se arrastando, jovens ainda lutavam para se manter equilibrados.
   Lauro o mais velho dos filhos manteve a sua vida simples de trabalhador em estabelecimento comercial, conheceu uma moça casou-se teve dois filhos, depois de l5 anos de casado se separou da esposa, separação provocado por o vício da bebida, separado conheceu outra pessoa também separada uniram e estão vivendo juntos, ela tem três filhos e muita responsabilidade, pois criar filhos em situação assim  não é fácil.
      Lucas o Quarto filho, o mais rebelde, já muito cedo teve o seu caminho atrapalhado por bebidas, drogas e mulher. Engravidou a namorada, tentou morar junto com ela, mas não deu certo ele dava mais atenção para o vício do que para a sua família, separou-se e teve que pagar por ordem judicial a pensão do filho.
        Lucas continuava trabalhando, o tempo passava e outras mulheres apareceram, casou novamente, e após três anos  separou novamente, fez o divorcio, e tornou a se unir com outra pessoa, muito sofrimento, esta ultima mulher tinha tudo de ruim em uma pessoa, todos os da família sofria juntos, até certo dia teve fim se separaram, e a vida voltou não ao normal, porque para ser normal muita coisa tinha que ser resolvido, e uma das grandes preocupações foram selecionados foi às drogas e a bebida que sumiu da vida de Lucas, um ato de bravura e de grande personalidade, coisa que ninguém acreditava que Lucas fosse capaz de fazer. Hoje Lucas esta vivendo uma vida maravilhosa, sem droga e sem bebida.
   O filho mais novo dês de muito cedo começou a trabalhar namorar, para casar não queria saber. Certo dia alguém tocou o seu coração, se apaixonou e casou-se. Sua esposa troce consigo dois filhos todos vivem muito bem, só que aderiram uma religião que é contra tudo que seu pai gostava Exército, política, santo, transfusão e sangue. No fundo ele tem suas razoes, verificando a bíblia Teófilo encontrou muita coisa que tem muito haver com que ele defende.
    O senhor Teófilo e sua esposa quando olham para traz, bem longe enxergam através dos tempos aquela vida que eles tinham no  Rio Grande do Sul, na chacarasinha, os filhos todos pequenos,aproveitando das coisas que a natureza oferecia, brincando com ossos comparando como fosse bois na invernada, montado em cavalo de pau,perna de pau. Hoje a tecnologia invadiu as nossas crianças, eu me sinto tão desatualizado perto deles que a bem pouco tempo eu era seu professor.
 A qualidade de vida deu um grande salto, é o grande tema deste século, tem gente que olha o mundo e diz, este mundo está mudando outros dizem este mundo está perdido ninguém indireta mais, estamos chegando ao fim, a Armageddon está próximo. Eu sinto que os que têm o hábito de reclamar do mundo são porque começou a se perder nesse espaço infinito criado por Deus, perdeu a sua referência Alguns dizem que o mundo esta mudando, nós mesmos falamos isso aos nossos filhos e amigos, os nossos pais também falava para nós, o mundo esta mudando o mundo está perdido? O mundo sempre esteve mudando, nunca foi novidade, a Bíblia é o maior documento que prova para nós e tira a nossas dúvidas. Oque devemos entender é que a velocidade da mudança nos pega desprevenida, nunca o mundo mudou tão velozmente como nos últimos tempos esta velocidade faz com que agente se perca, se distancie das relações. Pois até mesmo meteoritos de grande proporção esta vindo do céu?
      Só quem coloca os pés, as mãos e a alma na terra sabem o quanto Deus está presente nesta dinâmica tão rica de vida e espiritualidade. Desde tempos antigos, o plantio e a colheita eram celebrados e festejados como tempo de Deus. A terra se abre, recebe a semente, ocorre à fecundação e a vida explode: é a bênção do Deus criador, que fortalece os trabalhadores e a vida familiar.
       Um exemplo concreto: choque de gerações. Durante séculos e séculos, o choque de gerações era choque entre pais e filhos. Geração era entendida como um período de 25 anos, porque supostamente aos 25 anos as pessoas já teriam descendentes, isto é, outra geração. Hoje, choque de gerações é imediato. Por exemplo, um jovem de 21 anos é considerado ultrapassado pela irmã de 19 anos. Por sua vez, o de 21 e a de 19 são considerados ultrapassados pelo outro seu irmão de 15 anos. Imaginem como eu sou considerado por eles! Aliás, eles demonstram isso na linguagem. Eles se referem, por exemplo, ao tempo em que eu tinha 20 anos, que para mim foi agora, sempre como antigamente. Aliás, eles falam: "Pai, é verdade que antigamente...". Quando eu era criança, antigamente era um termo que a gente usava para se referir a gregos e troianos na antigüidade clássica. Eles falam em antigamente fazendo referência ao agora e sentem isso, não apenas falam. Aliás, quando eles querem desqualificar alguma coisa, como algo já ultrapassado, dizem: "Ah, pai, você está falando isso porque você é de outra década". Até o dia em que descobri a resposta e nunca mais eles falaram. Na última vez que eles falaram isso, eu disse: "Ah filho, fica sossegado porque o seu filho vai dizer que você é de outro século ou, pior ainda, de outro milênio".
Tudo tem um peso e uma medida. Em uma reunião de grande massa de gente nós nos deparamos com dezenas de pessoas  que nasceram antes da Segunda Guerra Mundial. Se alguém falar para um jovem que nasceu antes da Segunda Guerra Mundial, guerra que acabou há 60 anos, há mais de meio século, ele não vai acreditar porque para ele a Segunda Guerra Mundial é passado longínquo. Está tão longe para ele quanto para nós está a Guerra do Paraguai, a guerra dos Canudos, a guerra do Contestado, a revolta dos colonos em Francisco Beltrão etc.
As coisas mudam com tanta velocidade que acabamos perdendo as referências. Muitos de nós tínhamos como referência de coisas do nosso dia-a-dia o fim da Segunda Guerra ou a chegada do homem à Lua. Faz 40 anos que o homem chegou à Lua. Se falarmos isso para um jovem, ele achará que se trata de um fato antiqüíssimo. Hoje, a sucessão dos acontecimentos é tão veloz que freqüentemente não lembramos mais deles. Querem um exemplo?  Há 120 anos quantos municípios o Paraná tinha Vocês se lembram da data em que Quedas do Iguaçu foram estaladas, do primeiro prefeito de sua cidade, do primeiro presidente da Câmara de sua cidade, do dia que o homem piso na lua? 
 Já estamos de novo perto do dia de Tiradentes, e daqui a pouco é Natal outra vez. Acabamos de sair do Nata! Ano novo carnaval. Muita atenção nisso: quem não prestar atenção a esse fenômeno não conseguirá entender algumas coisas que estão acontecendo. Meteoritos que cai do céu, recentemente um grande furacão atingiu o nosso município de Quedas do Iguaçu, felizmente só danos materiais
       Partindo do princípio que o homem é produto de um processo, temos que levar em consideração a educação como parte deste processo. Claro que não somos o que lemos, não somos o que aprendemos e sim o que experenciamos, daí surge à sabedoria. Porém não devemos menosprezar a sabedoria nata que trazemos através de nosso diferencial individual. Exemplo os irmãos de uma mesma família, onde tendo o mesmo pai e mãe, manifestam características diferentes sob o mesmo processo educacional.
por este ângulo, existem crianças mais e menos estimuladas em suas ideologias, o que faz a diferença comportamental final, pois se responsável por isto.
Ninguém pode ser responsável individualmente. Os pais, em casa, os professores em instituições educacionais e os líderes da nação – todos juntos são responsáveis por este anômalo crescimento da educação.
O conhecimento acadêmico, por si só, não apresenta grande valor. Pode ajudar as pessoas a ganhar a vida. Mas a educação deve ir além do que uma preparação para ganhar a vida. A idéia de que educação serve para conseguir um emprego é uma visão limitada. Ao invés disso, ela deve preparar a pessoa para a vida, e não, meramente para a sobrevivência. A educação não para ganhar, mas para conduzir a uma vida de bem. Toda educação que divulga o conhecimento mundano e o desenvolvimento de
  atividades intelectuais, mas não promove o caráter é profundamente sem valor.
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

 
 
 
 
 
 

 
 
 
 

 

terça-feira, 12 de fevereiro de 2013

VENDO OU TROCO CASA EM QUALQUER PARTE

Casa para venda ou troca em Salto Osório. Quedas do Iguaçu Rua Piquiri - 64 - Vila residencial de Salto Osóri
 
Troco de casa. Casa com 210m. Terreno 1700m 4 quartos dois banheiros 2 salas 1 cozinha 1 salão para festa com churrasqueira 2 corredores 25 mts. de despenca embutido vários móveis de excelente qualidade embutido. Cozinha com moveis embutida estalada e projetada por arquiteto. Escriturada registrada e averbada com um loteamento com toda estrutura, Clubes com piscina e um conjunto de
vários esportes. Escola de 1º e 2º grau. Ao lado do Parque Aquático municipal. Um mirante anexo ao

loteamento. È impossível colocar tudo aqui o que o local oferece. È um recanto maravilhoso é so vendo para crer. Mirante para olhar o panorama da usina de Salto Osório, toda a vila asfaltada com asfalto novo, uma grande ária para executar caminhadas ao ar livre tanto de dia como de noite por se tratar de uma boa iluminação pública, podemos usufruir de 6000m para caminhadas entre uma mata com árvores nobres flores e muita frutas, abacate mamão manga vergamota laranja e muitas outras, poisexiste um pomar a cada esquina. è um lugar lindo para fazer turismo, perto de grandes recursos médico, segurança total com guardas. Local para um bom investimento turístico. Motivo da troca: morar perto da família, somos aposentado já com idade avançada. A casa foi avaliada em 300.000. Endereço Rua Rio Piquiri Vila Residencial de Salto Osório Quedas do Iguaçu.Pr. ( Obs: depende de olharmos a sua pro piedade.
o

sábado, 9 de fevereiro de 2013

VENDE OU TROCA UMA CASA EM SALTO OSÓRIO

VENDE OU TROCA UMA CASA DE ALTO PADRÃO

ANTONIOMONTEIRODAVIES@HOTMAIL.COM
Vende ou troca uma casa na Vila de Salto Osório. Construção de alto padão.210m2 1700m2 de terreno. Todo murado. 4 quartos. 2 banheiros 2 salas, um salão de festa. 1 cosinha. 2 churrasqueira móveis imbutido de alta linhagem, dispença com 30m2 embutido, garagem para dois carros. Valor 300.000 ou troca por uma casa em Dois Visinhos ou Francisco Beltrão. Motivo familiar.
OBS: Hoje a casa se encontra toda sercada de muro e grade.

terça-feira, 11 de dezembro de 2012

sexta-feira, 26 de outubro de 2012

PEIXES DO BAIXO RIO IGUAÇU - TRACTEBEL ENERGIA


LANÇAMENTO DO LIVRO DO LIVRO – PEIXE DO RIO IGUAÇU SALTO OSÓRIO - QUEDAS DO  -  IGUAÇU PR.

 TRACTEBEL ENERGIA promove cerimônia de Lançamento do Livro “Peixes do Baixo Rio Iguaçu"
Dentro da mesma cerimônia foram registrados atos importantes envolvendo a Sanepar e o Município de Quedas do Iguaçu

A Tractebel Energia realizou na tarde desta terça-feira (23), Cerimônia de lançamento do Livro “Peixes do Baixo Rio Iguaçu”, no auditório da Vila da Usina de Salto Osório, Quedas do Iguaçu. Elaborado pela Universidade Estadual do Oeste do Paraná (Unioeste) e pela Universidade Estadual de Maringá, o Catálogo Peixes do Rio Iguaçu, é patrocinado pela Tractebel Energia e Copel e traz ilustrações e dados de mais de 100 espécies de peixes identificadas, muitas delas descobertas nesse estudo. O livro foi desenvolvido com dados de estudos realizados na Bacia do Baixo Rio Iguaçu, nos reservatórios das usinas hidrelétricas Salto Santiago e Salto Osório, sob a concessão da Tractebel Energia, e nos Reservatórios das hidrelétrica Foz do Areia, Salto Segredo e Salto Caxias, sob a concessão da Copel. O resultado desse trabalho da bacia do Rio Iguaçu é de grande importância, principalmente, para a preservação de espécies e também para o repovoamento de peixes nos reservatórios das hidrelétricas. Nesta mesma ocasião foi entregue o projeto e a construção dos novos sistemas de Água e Esgoto à Sanepar, com investimento de mais de R$ 2,5 milhões de reais e também feita a entrega da Vila Salto Osório ao município de Quedas do Iguaçu. Participaram da solenidade e fizeram uso da palavra, pela Tractebel Energia, o Gerente Regional do Rio Iguaçu LEOCIR MARCOS SCOPEL. Fez uma apresentação geral sobre o projeto que deu origem ao livro, o Professor Doutor, Gilmar Baumgartner, da Unioeste. O professor aproveitou a oportunidade para apresentar um breve relato de todos os esforços despendidos até o trabalho final, com a publicação do Livro. Murilo Lacerda Bardal, Gerente do Departamento de Biodiversidade da Copel. João Edson, Gerente Regional da Sanepar Guarapuava. Luiz Tarcísio Mossato Pinto, Presidente do IAP, Instituto Ambiental do Paraná. Edson Jucemar Hoffmann Prado, o Jacaré, Prefeito de Quedas do Iguaçu. José Carlos Cauduro Minuzzo, Diretor de Produção da Tractebel Energia. Todos foram unânimes em destacar a importância desse projeto, no sentido de preservação das espécies do Rio Iguaçu. O presidente do IAP assinou inclusive, uma Portaria que determina a proibição de pesca de algumas espécies de peixes que correm o risco de extinção. A Portaria tem validade por quatro anos. Os livros serão direcionados às Prefeituras dos Municípios da região e as Bibliotecas das Escolas Municipais como forma de fornecer subsídios aos estudantes quanto a ictiofauna da Bacia do Rio Iguaçu. As entidades que estiveram participando da solenidade, cada uma recebeu um exemplar.

ENTREGA DE PROJETOS

Nesta oportunidade a Tractebel fez à Sanepar a entrega do projeto de construção dos novos sistemas de Água e Esgoto. Ainda, entregue ao Prefeito, Jacaré, documentação referente a Vila de Salto Osório, que passa a partir de agora ao município de Quedas do Iguaçu.

OUTRAS AUTORIDADES

Também esteve prestigiando o evento promovido pela Tractebel Energia, o prefeito de Nova Laranjeira, Eugenio Milton Bittencourt, que é o atual presidente da Associação dos Municípios da Cantuquiriguaçu; Julio Lunardi, gerente de Geração Hidráulica da Tractebel; Daniel Secco, Secretário de Agricultura de São Jorge D’Oeste, representando a prefeita Leila;Sargento Shultz, acompanhado do Soldado Daniel, representantes da Força Verde, Polícia Militar.

VISITAS

Ao final do encontro, os participantes foram convidados a visitar as instalações de tratamento de esgoto, entregue a Sanepar e conhecer a Vila da Usina de Salto OSÓRIO, que passou para Quedas do Iguaçu.

  Matéria: TRACBEL ENERGIA
Historiador: Antonio Monteiro da Silva
 

quinta-feira, 27 de setembro de 2012

DE SAUDOSA LEMBRANÇA: PEDRO ALZIDES GIRALDI

Afinal, homem bom humanitário, ético e realizadores nunca morrem. Ficam vivo na lembrança do povo, servindo de fanal replandescente para as novas gerações. Pedro Alzides Giraldi de saudosa memória, construtor da cidade de Quedas do Iguaçu - Paraná
PEDRO ALZIDES GIRALDI



 

domingo, 23 de setembro de 2012

PRESIDENTE DA COMUNIDADE DA COMARCA DE QUEDAS DO IGUAÇU PR


CONSELHO DA COMUNIDADE DA COMARCA DE QUEDAS  DO IGUAÇU ELEGE NOVO PRESIDENTE

 Com as presenças do juiz de direito Mauro Monteiro Mondim Promotor de justiça Claudio C. Cortesia, ainda Dr. Serafim Pereira da Silva Advogado, Péricles Fontanela Presidente do Conselho da Comunidade de Quedas do Iguaçu, O delegado de polícia Dr. Ítalo B. Neto, o professor Wilton A. Milczarek, Terezinha Zebeti e a assistente social do município de Espigão Alto do Iguaçu Anair Pereira além de populares da comunidade, foi eleito para assumir o cargo de Presidente do Conselho da Comunidade da Comarca de Quedas do Iguaçu o Sr. Antonio Monteiro da Silva, que estará a
frente da entidade por um ano. O objetivo deste conselho é: dar assistência aos presos, planejar, acompanhar e executar projetos de ação comunitária ligados a prevenção da delinqüência, organizar, administrar e fiscalizar a prestação de serviços a comunidade pelos sentenciados na Comarca de Quedas do Iguaçu. O encontro que elegeu o novo presidente aconteceu no dia 07 de março de 2001 nas dependências do Fórum de Quedas do Iguaçu, os demais diretores que compõem a mesa do Conselho serão divulgados na próxima edição do Jornal Expoente do Iguaçu.

quinta-feira, 9 de agosto de 2012

Ex. Vereador Antonio Monteiro da Silva lança prestação de contas relativo aos munícipes de Quedas do Iguaçu Pr.

É possível que alguém a tomar conhecimento desta minha atitude, de fazer uma prestação de conta, depois de muito tempo que deixei de militar na política, fique até mesmo surpreso. Devo esclarecer que não tenho intenção nem uma de voltar a ser candidato. O motivo desta minha atitude de divulgar no meu Blog esta nota de esclarecimento foi devido o contato que tive há poucos dias atrás, quando me deparei com um cidadão, que por sinal somos conhecidos há muito tempo. Ao me complementar logo foi falando mal dos vereadores de Quedas do Iguaçu. Fiquei ali na sua frente escutando com atenção o que ele comentava. Depois que ele terminou o que ele pretendia falar, ates de me perguntar o que eu achava, fui surpreendido com uma série de acusações. Sabia ele que eu fui vereador por 10 anos em Quedas do Iguaçu. Pelo fato dele me conhecer bem tive a coragem de lhe perguntar se ele costuma freqüentar as reuniões da Câmara. Este cidadão me respondeu que nunca até o presente momento assistiu uma reunião. Diante desta situação tive que ser sincero em lhe dizer, é por isso que o Senhor esta falando mal, normalmente os que mais metem o pau nos políticos são aqueles que não tomam conhecimento dos feitos. Assim como tem políticos ruins tem também políticos bons. O cidadão colocou a sua mão do meu ombro e fermente me disse. Seu Antoninho o senhor foi vereador por três mandatos, o que o senhor fez! Que eu saiba nada. Eu lhe dei a mão, me despedi dele sem falar nada! Confesso que fiquei muito triste, não lhe condenei? O vereador às vezes apresenta durante o seu mandato muitos projetos, e muitos deles executado pelo prefeito. Só que na hora de inaugurar ou comentar publicamente os efeitos do projeto, quem aparece é o prefeito, poucos são os prefeitos que valorizam o Legislador, principalmente nas divulgações dos feitos. Baseado no que aconteceu comigo, resolvi mesmo depois de muitos anos fazer uma prestação de conta do que eu realizei como vereador. Devo esclarecer que todos os meus projetos preposições e requerimentos se encontram nos meus arquivos para quem deles quiserem fazer uso.

Abaixo relacionei os meus projetos e demais documentos que comprovam a minha atuação na câmara de Vereadores. Por tanto, com isso eu tenho condições de responder aos menos informados o meu trabalho como vereador. Foi pouco, mais foi o que pude fazer no momento como vereador.
Em 1977 quando vereador montei Comitês político em quase todas as comunidades da cidade e do interior. Estes comitês compostos de cinco membros era como fosse uma mini câmara de vereadores em suas comunidades.

Os comitês eram assim distribuídos:
CENTRO DA CIDADE .

PRESIDENTE; Erquimines Pereira
1º MEMBRO: Fábio Garvan
2º MEMBRO: Luiz João da Cruz
3 MEMBRO: João Helio Cadorin
4º MEMBRO: João Mendes

VILA JHON KENNEDY:
PRESIDENTE: Noel Toledo
1º membro: Francisco Ferreira
2º membro: Dirceu Fritz Beto
3º Jandir Moura
4º Vitório Kiodeli
5º Biomar Prestes Macedo
6º Ozair José Santos

LINHA MIRIM:
1º PRESIDENTE: Estanislau Kempka
2º Presidente: João Prasnievscki
3º Membro: Anastacio Kanigoski
4º Membro: Pedro Hrysar
5º Membro: Tadeu Prasnievski

LINHA NORTE:

Presidente: Ilgo Kervahac
1º membro: Avelino D. Piloneto
2º membro: Leonardo Matusiak
3º Rafael Tuniski

LAJEADO BONITO.

PRESIDENTE: Bejamim V.Volek
1º membro: Francisco Nieratka
2º membro: Silvestre Malinoski
3º membro: Alberto Eskiginski
4º membro: Daniel Volski

BANDEIRANTES.

PRESIDENTE: Darci Pedroski
1º membro: Miro Brik
2º membro: Jorge Pedroski
3º membro: Carlos Silveira

GUARANI:

PRESIDENTE: Eduardo Staszeneski
1º membro: Lorenço Soboleski
2º membro: Pedro Staszeneski
3º membro: Antonio Jandir Dutra
4º membro: ZeferinoNiratka

NOVA ITALIA:

PRESIDENTE: Fernando Kuffel
1º membro: Demátrico Boseggio
2º membro: Fernando Grandeil
3º Antonio Figler
4º membro: Francisco michelski

LINHA ESTRELA

PRESIDENTE: Luiz Lorenço de Souza

1º membro: Ercilio Araujo
2º membro: João Lins
3º membro: Jovenil Reis da Silva
4º membro: Joaquim Alves

TAPUI:

PRESIDENTE: Severino Sibulski
1º membro: Inácio Sibulski
2º membro: Adão Caitano
3º membro: Cecília Nina Semenich
4º membro: José Kovaleski

ALTO BELA VISTA.

Presidente: Floriano Jaguseski.
1º membro: Onofre Peltz
2º membro: Petronilo F. da Silva
3º membro: Tomaz Wapolha

BOM PRINCÍPIO:

Presidente: Setembrino.
1º membro: Eraldo Rodrigues
2º membro: Domingos Anoreta
3º membro: Rondon Bevenhon
4º membro: Pedro Bertolini

Todos estes comitês se reuniam mensalmente para discutir assuntos referentes à sua região, depois de discutido e votado entre os membros, posteriormente encaminhavam a mim para ser transformado em requerimento ou projeto e, em seguida protocolado da câmara de vereadores para ser analisado pelos colegas. Foram mais de duzentos e cinqüenta solicitações entre projetos, requerimentos, preposições e uso da tribuna. As cópias dos documentos, os munícipes pode encontrar na câmara de vereadores, na biblioteca municipal ou com o próprio ex vereador.
Abaixo relacionei alguns dos meus projetos que mais se destacaram:

1 - Pronto Socorro 24 hrs. ou pronto atendimento.
2 - Construção do Parque Aquático ou Prainha no Salto Osório.
2 - Unidades da Secretaria da agricultura
3 – Contratações de médicos para a saúde
4 – Ambulâncias equipada para a saúde
5 – Aparelhos para exames complementares na saúde
6 – Farmácias com medicamentos para os idosos
7 – Cursos de enfermagem
8 – Adquirir terreno para futuras empresas.
9 – Ambulância para transporte de doente fora do município.
10 – Parque infantil na Praça Pedro Alzides Giraldi.
11 – Liberação de recursos para comunidades filantrópicas.
12 – Doação de terrenos para as Igrejas.
13 – Construção de uma galeria no Rio dos Imigrantes.
14 – Construção de uma escola no Alto Recreio.
15 – Construção de uma aponte no Rio dos Imigrantes.
16 – Construção de uma ponte sobre o Rio Saudade.
17 – Construção de uma praça próxima o Kaik.
18 – Abertura de uma estrada entre Três Passos e Boa Esperança.
19 – Várias canxa de esporte pelo interior do município.
20 – Varias centros comunitários pelo interior do município.
21 – Placas indicativas nas rodovias.
22 – Construção de um monumento polonês na praça Pedro Alzides Giraldi.
23 – Construção de sanitários na Praça.
24 – Fiscalizar o Rio Campo Novo evitando lixo nas águas
25 – Criação de um Patronato.
26 – Distribuição de medicamentos gratuitos a pessoas pobres.
27 – Cria um departamento defeso ao consumidor.
28 – Distribuição de 120 lotes a famílias carentes Entre Vila.
29 – Contratação de advogados para atender os carentes.
30 – iluminação das ruas paralelas a BR 473.
31 – Construção de Creches.
32 – Títulos de cidadão benemérito ao Sr. Pedro Alzides Giraldi, Projeto de Lei nº 15/93 – data de 09/09/93 Nas duas legislaturas, entre requerimentos projetos e preposições foram aproximadamente 250, 95% aprovada e executada pelos prefeitos, todas de muita relevância, até hoje muitas delas em plena atividade ao povo. Neste meus projetos não está constando as industria que eu com meu propio dinheiro fui atraz e consegui trazer para Quedas do Iguaçu, gerando muitos empregos. Todo esse meu trabalho eu tenho condições de provar através de documentos que estão comigo ou então se não foram retirados se encontra na biblioteca Municipal de Quedas do Iguaçu.

Antonio Monteiro da Silva.

PODER EXECUTIVO E LEGISLATIVO DE QUEDAS DO IGUAÇU:

Desda fundação do município até os dias de hoje:


 MAPA Nº 31


MUNICÍPIO DE CAMPO NOVO - (45)

QUADRO ESTATISCO

Número de seções 0009

Números de votantes 1.623

Números de sobrecartas 1.623

Eleitores da seção 1.594

Eleitores de outras seções 29

Não compareceram 246

Eleitorado 1.869

PARA PREFEITO MUNICIPAL

Pedro Alzides Giraldi ARENA.-nº 1 1.021

Vice João Sobczk

Outro candidato:

João Carlos Dalla Vecchia – ARENA nº 2 638

Vice Boleslau Oswski

Sôma 1.659

Brancos 0007

Núlos 17

Votantes 1.683

CÂMARA MUNICIPAL

LEGENDA:

ARENA 1.625

MDB 1.639

Branco 14

Válidos 1.639

Nílos 44

Votântes 1.683

Para Cãmara Municipal

LEGENDA:

ARENA - MDB 1.625

Branco 14

Válido 1.639

Núlo 44

Votantes 1.683

VEREADORES - ARENA

1 José Kwvintkowski 167 - votos

2 Darci Cenci 161 - votos

3 Lauzinho Silveira Goularth 150 - votos

4 Alesio Luzitani 148 - votos

5 Oredes Padilha 141 - votos

6 Pedro Braca 123 - votos

7 João Jacubovski 85 - votos

8 Miguel Czaarnieski 71 - votos

9 João Dizrs Sobrinho 73 - votos

SUPLENTES - ARENA

1 Carlos Pilaski 66 votos

2 Eliza Zaleski 65 votos

3 Leonardo Karpinski 64 votod

4 Venceslau Czel Stepanha 59 votos

5 Gilio Macarini 54 votos

6 Zigmundo Piaseki 47 votos

7 Estanislau Osowvski 47 votos

8 Adolfo Pronstak 45 votos

9 Bráulio Correia 38 votos


MAPA Nº 212

MUNICÍPIO DE QUEDAS DO IGUAÇU – 45º Z.

Número de seções 19

Votantes 2.681

Não coparesseram 378

Eleitorado 3.059

PARA PREFITO E VICE PREFEITO

Silvestre Simão Odorcik - ARENA 2.038

Vice Miguel Czaarneski

Soma 2.038

Branco 616

Nulos 27

Votantes 2.681

PARA A CÂMARA MUNICIPL LEGENDA


Aliança Renovadora Naciona 2.379 -9 cad.

Soma 2.379

Branco 155

Válido 2.534

Núlos 147

Votantes 2.681

PARA A CÂMARA MUNICIPAL LEGENDA


Aliança Renovadora Nacional 2.379

Soma 2.379

Brancos 155

Válidos 2.534

Nulos 147

Votantes 2.681

VEREADORES ARENA

1 Nelsom ubialli 299 votos

2 Boleslau Ossovski 297 votos

3 Ambrosio Jacubovski 250 votos

4 Lauzinho Silveira Goularth 219 votos

5 Hipólito Ribeiro 192 votos

6 Pedro Ramos 159 votos

7 Carlos Pilaski 156 votos

8 Mariano S. Siejka 153 votos

9 Onofre Kulezza 149 votos

SUPLENTES ARENA

1 Alessio Luzitani 132 votos

2 Leonardo Karpinski 118 votos

3 Luiz Rajawski 109 votos

4 Eduardo Staszewski 100 votos

5 Izidoro Czepaniak 26 votos

VOTOS SÓ PARA LEGENDA

TOTAL DE VOTOS DO PARTIDO

Total do partido 2.379

Data da posse 31 de janeiro de 1973



CHAPA Nº 214

MUNICÍPIO DE QUEDAS DO IGUAÇU – 45º ZONA – QUADRO ESTATÍSTICO

Nº de seções 41

Nº de votantes 6.642

Não comparesseram 1.730

Eleitorado 8.372

PARA PREFEITO MUNICIPAL

Pedro Alzides Giraldi 3.619-ARENA

Fice: Idimir Traquiolo Giraldi

Soma do candidato da ARENA 3.619

Outros cadidatos:

Antonio Kulesza 1.727-MDB

Vice: Leonardo Soares


Geraldo Fontanela 1029-MDB

Vice: Inácio Pavam

Soma dos candidatos do MDB 2.756

Soma dos fotos dos candidatos 6.375

Brancos 108

Núlos 159

Total 6.642


PARA A CÂMARA MUNICIPAL LEGENDAS

Aliança renovadoura nacional 3.418 – 5 cadeiras

Movimento democrático brasileiro 2.720 – 4 cadeiras

Brancos 285

Válidos 6.423

Nulos 219

Total 6.642

Vereadores da ARENA

1 Antonio Monteiro da Silva 506

2 Boleslau Osovski 258

3 Armindo Stohr 236

4 Valentim Roman 225

5 Hilário Piola 183

SUPLENTE DA - ARENA

1 Almirio Silva 181

2 Anito Gentile Ferrari 178

3 GEREMIS zALESKI 168

4 Neri Prudente 161

5 José Baran 155

6 Heitor Zandonai 154

7 Mariano Staczewski 148

8 Darci Machado de Vargas 116

9 Darci Macarini 114

10 Lauzinho Silveira Goularth 108

11 Carlos Pilaski 96

12 Pedro Blaca 88

13 João Jacubovski 74

14 Aolidomar Antonio Costa 71

15 Roberto Felix Filho 55

16 Arlindo Círico 47

Só para a legenda: 96

Total do Partido 3.418


VEREADORES DO MDB

1 Valderes Francisco Mafioletti 287

2 Wilsom Veronezi 243

3 Rudy Schaedler 242

4 Eduardo Persel Potulski 221

SUPLENTES DO MDB

1 Altamir Canton 183

2 Iranite Salete Telles 156

3 Mario Czechoovski 137

4 Werlei de Sousa Monteiro 129

5 Artemio Bay 128

6 Arnaldo Wieczorek Gavilik 119

7 Mário Kubiak 96

8 João Dominski 93

9 Gervasio Arlindo Czapeniask 81

10 Nicolau José da Rosa 79

11 Antonio Ribeiro 79

12 Erci Guerino Peruzzo 77

13 Jorge Pietras 59

14 Nilo Gobato 54

15 Floriano Persel 47

16 Anarolino Fermiano da Silva 43

17 Remo Zanrosso 32


SÓ PARA A LEGENDA: 135

TOTAL 2.720

DATA DA PROGRAMAÇÃO 19-11-1976

DATA DA DIPLOMAÇÃO 20-12-1.977

DATA DA POSSE 31-01-1.977

MAPA Nº 225

MUNICÍPIO DE QUEDAS DO IGUAÇU – 45º ZONA

QUADRO ESTATISTICO

SEÇÕES 61

Votantes 10.430

Não compareceram 3.261

Eleitorado 13.691

PARA PREFEITO MUNICIPAL :

Rudy Schaedler –PMDB 1 2014

Vice: Nelson Bracalhão

Outros candidatos :

Antonio Kulesza 2 1.455

Vice: João Stenheeuser

Inácio Pavam - 1.488

Vice: Jandir Veronezi

Vitório Revers 3.680

Vice: Antonio Monteiro da Silva

Anelsom Ubialli PDS 2 863

Vice: Remberto Rojas Balderrama

Branco 523

Nulos 407

Votantes 10.430

PARA A CÂMARA MUNICIPAL

LEGENDAS:


PDS 4.517-4-cad

PMDB 4.757-5-cad

Brancos 647

Válidos 9.921

Nulos 509

Votantes 10.430

Vereadores do - PDS
1 José Valmor Martins 385

2 Alceu Schneider 321

3 Maximino Branco Vitorelo 319

4 Avelino Manfredi 264

SUPLENTES:

1 José Tureta 254

2 Ostapp Andreiv 250

3 Silvestre Simão Odorsick 241

4 Zelinda Constancia da Silva 241

5 Nilson Vieira 234

6 João Machado da Silva 208

7 Armindo Sthor 203

8 Boleslau Ososki 189

9 Neri Prudente 160

10 João Soares da Silva 139

11 Ernildo Furlan 137

12 José Alencar Bolacha Ribeiro 129

13 Loribio Gaspar Schmoller 124

14 Neldo Regert 123

15 Darci Nascimento 109

16 João Sobeczak 100

17 Elizeu Mirmam de Camargo 88

18 Anito Gentile Ferrari 83

19 Marinho Lúcio Nicoline 75

20 Geremias Salevski 69

21 Guimorvam Tavares 55

22 Wilson Veronezi 11

23 Álvaro Salomão Mergem 6

Total do partido 4.517


VEREADORES DO - PMDB

1 Valderes Francisco Mafioleti 974

2 Agenor Veronezi 605

3 Carlos Siburski 550

4 Altamir Canton 539

5 Maurílio José dos Santos 483

SUPLENTES DO - PMDB

1 Maximínio Turato Barbieri 348

2 Paulo José Turquiello 281

3 Altir Antonio Buzeti 261

4 Antenor Mendes dos Santos 213

5 Armando Gonçalves da Silva 187

6 Álvaro Bueno 167

7 Arnaldo Wieczoorek Gawilik 149

TOTAL DO PARTIDO 4.757

Data da programação 27.11.1.982

Data da diplomação 10.12.1.982

Data da posse 01.02.1.983


Eleição municipal de 1988 – quadrpo estatístico

Município de Quedas do Iguaçu – 163º Zona (a) eleitoral

Total de seções do município 71

Votos apurados 15.729

Aptos a votar 17.827

Índice de Abstenção 11,77

Totalização Geral:

Votos dados aos candidatos 12.932

Votos só de legenda 1092

Proporcionais 12.893

Votos em branco 2.336

proporcioal 829

Subtotal 14.814

Cociente eleitoral 1.646

Votos núlos 461

Total geral 15.729

Proporciona 15;729

COLIGAÇÕES – PDT – PTB – PFL.

ELEIÇÃO DE PREFEITO E VICE PREFEITO:

Resultado em ordem decrescente da votação dos candidatos.

Partido:

Prefeito - PTB – Pedro Alzides Giraldi 8025

Vice: Vitório Revers

Prefeito PMDB – Miguel Czarnieski 4907

Vice: Valmir Antonio Alexandre


ELEIÇÃO PARA VEREADOR:

Candidatos eleitos na ordem decrescente de votação:

1 José Tureta - PMDB 654

2 Idimir Tranqüilo Giraldi - PTB 573

3 Osni Soares da Silva – PTB 521

4 Alceu Schneides Fausto - PFL 499

5 José Valmor Martins – PFL 458

6 Avelino Boareto Manfredi 445

7 Valderes Francisco Mafioleti - PMDB 423

8 João Machado da Silva - PTB 395

Marcus Moro - PMDB 384


ELEIÇÃO PARA VEREADORES – SUPLENTES NA ORDEM DECRESCENTE DE VOTAÇÃO

1 Agenor Bertoncelo - PDT 351

2 Nereu Luiz Rios - 345

3 Maximino Branco Vitorello 344

4 Sergio Levinski 295

5 Manoel Bomfim 293

6 Gilberto Franzen 286

7 Sebastião Pimentel 239

8 Ademir da Silva Lantz 198

9 Alcides Benato 190

10 Sebastião Roque Alborghetti 153

11 Vilson Piloto 150

12 Rafael Tuninski 121

13 Adair Mentz 95

14 Ivanor José Zanata 86

15 Edwin Rojas Balderrama 77

16 Felipe Ermeto Kossmann 57

17 Anselmo Roviaro 28

18 Augustinho Alves Carneiro 17


PTB

1 Tadeu Prasnievski 226

2 Vilson Osvino Rohden 223

3 Valério Piasecki 181

4 Alcides Brugnara 161

5 Paulino Sassi 158

6 Antonio Czchovski 142

7 Amarildo Luzitani 86

8 Darci Nascimento 72

9 Deonizio Matuczak 59

10 Gildasio Ferreira de Oliveira Filho 58

11 Valdir Santolin 51

12 David Antoniolli 24

13 João Pedro Chepuis 20

14 José Surek 14


PMDB

01 Geraldo Fontanela 324

02 João Viana 331

03 Gilson José da Silva 311

04 Maximinio Tureto Barbieri 303

05 José Lima dos Santos 254

06 Ervino Bernarde da Silva 212

07 Maurílio José dos Santos 181

08 Antonio Carlos Moura Asserman 168

09 João Steinheuser 167

10 Sebastião Natel de Camargo 153

11 Anelson Ubialli 150

12 Antonio Monteiro da Silva 145

13 - Raulino Melo de Souza 141

14 – João Buazak 139

15 – Januário Giminez 138

16 – Valdomiro Valentin Felski 109

17 – Iolario dos Santos 098

18 – Carlos Siburski 092

19 – Gilson José Kazmierczak 077

20 – Altamir Canton 075

21 – Geltrudes Maria Siqueira Furman 066

22 – João Alberi da Costa 064

23 – José Vieira 053


ELEIÇÃO PARA VEREADOR SÓ DE LEGENDA

PDT – otb – PFL - 818

PMDB - 274

Justiça Eleitora – Eleições municipais de 03 de outubro de 1992

CARGO MUNICÍPIO PARTIDO CANDIDATO VÓTOS SITUAÇÃO

Prefeito QUEDAS DO IGUAÇU - PDT - VITÓRIO REVERS - 6868 ELEITO

Prefeito Q. DO IGUAÇU PMDB RUDE SCHAEDLER 5147 NÃO ELEITO

Prefeito Q. DO IGUAÇU PST AVELINO JOÃO BUENO 1915 NÃO ELEITO

Prefeito Q. DO IGUAÇU PDC OSNI SOARES DA SILVA 779 NÃO ELEITO

Prefeito Q. DO IGUAÇU PT CESAR CLAUDIO GRANETTO 237 NÃO ELEITO

Vereador Q. DO IGUAÇU PTB MARCO AURÉLIO GIRALDI 543 ELEITO

Vereador Q. DO IGUAÇU PDT MAXIMÍNIO BRANCO VETORELLO 509 ELEITO

Vereador Q. DO IGUAÇU PMDB GELMAR JOÃO CHMIEL 468 ELEITO

Vereador Q.DO IGUAÇU PTB AURI ANTONIO SANSON 433 ELEITO

Vereador Q. DO IGUAÇU PMDB JOÃO RICARDO DALFOVO 424 ELEITO

Vereador Q. DO IGUAÇU PMDB GERALDO FONTAMELA 392 ELEITO

Vereador Q. DO IGUAÇU PDT AGENOR BERTONCELO 373 ELEITO

Vereador Q. DO IGUAÇU PSDB OSSTAP ANDREIV 351 ELEITO

Vereador Q. DO IGUAÇU PDT ERNESTO JOÃO CÉ 332 ELEITO

Vereador Q. DO IGUAÇU PSDB MARIA FEDRIGO SCHREINER 310 SUPLENTE

Vereador Q. DO IGUAÇU PL HENIO R. DAMACENO GUSTMAN 308 ELITO

Vereador Q. DO IGUAÇU PST NAIR TURETA 296 ELEITO

Vereador Q. DO IGUAÇU PTB JOÃO MACHADO DA SILVA 281 SUPLENTE

Vereador Q. DO IGUAÇU PMDB DINARTE LADUDZKI 233 SUPLENTE

Vereador Q. DO IGUAÇU PMDB ANTONIO MONTEIRO DA SILVA 233 ELEITO

Vereador Q. DO IGUAÇU PDT NEREU LUIZ RIOS 233 SUPLENTE

Vereador Q. DO IGUAÇU PMDB MAURILIO JOSÉ DOS SANTOS 223 SUPLENTE

Vereador Q. DO IGUAÇU PST LUIZ WILSON COMARELLA 219 ELEITO

Vereador Q.DO IGUAÇU PDC ADILVO KERWAALD 215 SUPLENTE

Vereador Q. DO IGUAÇU PST SEBASTIÃO PIMENTEL 213 SUPLENTE

Vereador Q. DO IGUAÇU PDT GILBERTO FRANZEN 211 SUPLENTE

Vereador Q. DO IGUAÇU PMDB JOÃO VIANA 211 SUPLENTE

Vereador Q. DO IGUAÇU PST SEBASTIÃO QUADROS DA SILVA 210 SUPLENTE

Vereador Q. DO IGUAÇU PDT JORGE DA LUZ MARTINS 205 SUPLENTE

Vereador Q. DO IGUAÇU PDT LEONILDO PEDRINHO DALBOSCO 184 SUPLENTE

Vereador Q. DO IGUAÇU PL ALBERI FERREIRA DA LUZ 182 SUPLENTE

Vereador Q. DO IGUAÇU PST AURI PAULO PADIA 177 SUPLENTE

Vereador Q. DO IGUAÇU PTB TADEU PRASNIEVSKI 171 SUPLENTE

Vereador Q. DO IGUAÇU PMDB ARIVAL BRZEZINSKI 167 SUPLENTE

Vereador Q. DO IGUAÇU PMDB ARNOLDO WIECZOREK 165 SUPLENTE

Vereador Q. DO IGUAÇU PBDB SEBASYTIÃO NAT. DE CAMARGO 165 SUPLENTE

Vereador Q. DO IGUAÇU PMDB PAULO FERREIRA 156 SUPLENTE

Vereador Q. DO IGUAÇU PDT REMBERTO ROJAS BALDERRAMA 150 SUPLENTE

Vereador Q. DO IGUAÇU PMDB MIGUEL PARTECA 149 SUPLENTE

Vereador Q. DO IGUAÇU PMDB JOÃO BRAGA FILHO 144 SUPLENTE

Vereador Q. DO IGUAÇU PDC NELSON DAS CHAGAS 140 SUPLENTE

Vereador Q. DO IGUAÇU PMDB JORGE WIECZOORKOWSKI 137 SUPLENTE

Vereador Q. DO IGUAÇU PMDB TOMAZ GONÇALVES DE MELLO 134 SUPLENTE

Vereador Q. DO IGUAÇU PST VALÉRIO WELFER PIASECKI 130 SUPLENTE

Vereador Q. DO IGUAÇU PL VILAMR SBALCHEIRO 130 SUPLENTE

Vereador Q. DO IGUAÇU PDC IVANOR JOSÉ ZANATTA 130 SUPLENTE

Vereador Q. DO IGUAÇU PTB SERAFIM PEREIRA DA SILVA 128 SUPLENTE

Vereador Q. DO IGUAÇU PSDB VALDOMIRO BARBIERE 125 SUPLENTE

Vereador Q. DO IGUAÇU PMDB JOÃO BIRAJARA DA COSTA PORTO 120 SUPLENTE

Vereador Q. DO IGUAÇU PMDB GOMERCINDO JACOBOSKI 117 SUPLENTE

Vereador Q. DO IGUAÇU PST NELSON PERSZEL 116 SUPLENTE

Vereador Q. DO IGUAÇU PDC NEREU GRIZÃO 115 SUPLENTE

Vereador Q. DO IGUAÇU PST DEONILDO ANTONIO BASSEGGIO 112 SUPLENTE

Vereador Q. DO IGUAÇU PDT TACIR KEHRWALD 110 SUPLENTE

Vereador Q. DO IGUAÇU PL MARCOS ANTONIO DA SILVA 110 SUPLENTE

Vereador Q. DO IGUAÇU PDC ALTOMIR KUREK 109 SUPLENTE

Vereador Q. DO IGUAÇU PST ODIR TUNINSKI 106 SUPLENTE

Vereador Q. DO IGUAÇU PSDB JOVINO VERONEZE 103 SUPLENTE

Vereador Q. DO IGUAÇU PST MAURICIO PAGNO 100 SUPLENTE

Vereador Q. DO IGUAÇU PDT ARLETE SEVERNINI DA COSTA 97 SUPLENTE

VEREADOR Q. DO IGUAÇU PDC JOAQUIM NÚNES DE FIGUEREDO 97 SUPLENTE

Vereador Q. DO IGUAÇU PDT ADAIR MENTZ 94 SUPLENTE

Vereador Q. DO IGUAÇU PSDB JOÃO PEREIRA DA COSTA 88 SUPLENTE

Vereador Q. DO IGUAÇU PST ROQUE BANDEIRA RIBEIRO 84 SUPLENTE

Vereador Q. DO IGUAÇU PMDB JOÃO RODRIGUES 80 SUPLENTE

Vereador Q. DO IGUAÇU PMDB IRINEU SIMÃO POTULSKI 77 SUPLENTE

Vereador Q. DO IGUAÇU PDT SEBASTIÃO ROQUE ALBORGHETTI 76 SUPLENTE

Vereador Q. DO IGUAÇU PMDB ALCIDES WEISS 75 SUPLENTE

Vereador Q. DO IGUAÇU PTB EMILIA BERN. DA SILVA RIBEIRO 74 SUPLENTE

Vereador Q. DO IGUAÇU PMDB GILDO FILIPIAK 73 SUPLENTE

Vereador Q. DO IGUAÇU PDT NOÊMIA DE FÁTIMA DE LIMA 72 SUPLENTE

Vereador Q. DO IGUAÇU PMDB JOÃO CARLOS M. DE LIMA 66 SUPLENTE

Vereador Q. DO IGUAÇU PMDB ANTENOR MENDES DOS SANTOS 64 SUPLENTE

Vereador Q. DO IGUAÇU PDC ALDERICO GUSTAVO PINOV 62 SUPLENTE

Vereador Q. DO IGUAÇU PT LISETE CLARA GRANETTO 61 SUPLENTE

Vereador Q. DO IGUAÇU PDT JOANA MERLAK 59 SUPLENTE

Vereador Q.DO IGUAÇU PDT ALCIONE MELLO DOS SANTOS 58 SUPLENTE

Vereador Q. DO IGUAÇU PL VILSON PILOTTO 58 SUPLENTE

Vereador Q. DO IGUAÇU PDC JOEL VALDIR FAGUNDES 57 SUPLENTE

Vereador Q. DO IGUAÇU PMDB ADELAR JOSÉ DE LIMA 56 SUPLENTE

Vereador Q. DO IGUAÇU PMDB JOÃO CÍCERO M. DE FRANÇA 53 SUPLENTE

Vereador Q. DO IGUAÇU PMDB CARLOS SIBUSKI 48 SUPLENTE

Vereador Q. DO IGUAÇU PMDB MILTON STURMER 44 SUPLENTE

Vereador Q. DO IGUAÇU PTB JOÃO BUAZAK 40 SUPLENTE

Vereador Q. DO IGUAÇU PST PEDRO JAGUSZESKI 39 SUPLENTE

Vereador Q. DO IGUAÇU PT ADELIO LUIZ POTULSKI 39 SUPLENTE

Vereador Q. DO IGUAÇU PDC NICODEMOS SIYKA 35 SUPLENTE

Vereador Q. DO IGUAÇU PST SILVANO BRUGNARA 34 SUPLENTE

Vereador Q. DO IGUAÇU PDC JOÃO RODRIGUES DOS SANTOS 30 SUPLENTE

Vereador Q. DO IGUAÇU PDC JOSÉ MOREIRA DE OLIVEIRA 30 SUPLENTE

Vereador Q. DO IGUAÇU PT JOEL SEBASATIÃO DA SILVA 29 SUPLENTE

Vereador Q. DO IGUAÇU PTB VALDEMIR DOS SANTOS MELO 28 SUPLENTE

Vereador Q. DO IGUAÇU PDC MAURI PAULO BASEGGIO 27 SUPLENTE

Vereador Q. DO IGUAÇU PT JOÃO ANTONIO ONETTA 25 SUPLENTE

Vereador Q. DO IGUAÇU PMDB MARIO KOTVISKI 23 SUPLENTE

Vereador Q. DO IGUAÇU PST ARMANDIO RODRIGUES NUNES 21 SUPLENTE

Vereador Q. DO IGUAÇU PMDB JOÃO PEREIRA LINO 20 SUPLENTE

Vereador Q. DO IGUAÇU PDC DANILO ARTUR MANSKE 20 SUPLENTE

Vereador Q. DO IGUAÇU PT OSVALDINO CANDIDO ALVES 19 SUPLENTE

Vereador Q. DO IGUAÇU PDC VALDECIR STAPASSOLE 16 SUPLENTE

Vereador Q. DO IGUAÇU PT ANTONIO MOTA 13 SUPLENTE

Vereador Q. DO IGUAÇU PST FELISBERO STEFAINSKI 2 SUPLENTE

Vereador Q. DO IGUAÇU PT CELSO OSVALDO GRANETT 2 SUPLENTE

Vereador Q. DO IGUAÇU PT ACIR NODARI LIBARDONI 1 SUPLENTE

Vereador Q. DO IGUAÇU PST ANTONIO BRYK 1 SUPLENTE

Vereador Q. DO IGUAÇU PT NICANOR LOPES DUARTE 1 SUPLENTE


ELEÇÕES MUNICIPAIS DE 2000

JUSTIÇA ELEITORAL/PR 79553 –
SISTEMA DE GERENCIAMENTO – VERSÃO 1.7 (OFICIAL) 11/10/2000

ELEIÇÕES MUNICIPAIS DE 2000 17: 38: 42

1º TURNO

RELATÓRIO DE RESULTADO DA VOTAÇÃO DOS CANDIDATOS POR MUNICÍPIO

MUNICÍPIO: 79553 – QUEDAS DO IGUAÇU

CARGO: PREFEITO

CANDIDATO PARTIDO/COLIGAÇÃO QTB. VOTOS CLASSE %VAL %VAL %COMP.

CAND: VITÓRIO REVERS PSDB/PMDB/PST/PSDC/PRN/PL/PST/PDT. QDT. VOTOS 7.382 CLASS. 1º%VAL 54.14 %COMP. 50.56

CAND: BEJAMIM DOMINGOS. PV/PPB/PTB/PFL/PSB/PRP. 6.254 2º 45,86. 42,84.

RESUMO QTB % COMP. QTB. PERCENTUAL

APTOS TOTALIZADOS: 19.254 SEÇÕES COM URNA; 76

Votos nominais: 13.636 93,40 seções totalizadas: 76 100.00

Votos brancos: 155 1,06 eleitorados: 19.254

Votos nulos: 809 5,54 comparecimentos 14, 600 75,83

Abstenção: abstenção 4.654 24.17

Candidatos eleitos ou em 2º turno.

Dados computados em 01 de outubro de 2000 19:40:29, sujeitos a modificações.no cálculo dos aptos totalizados não estão incluídos os aptos das urnas não instaladas e não apuradas.

JUSTIÇA ELEITORAL/PR - Pagina: 2

SISTEMA DE GERENCIAMENTO – VERSÃO 1.7 (OFICIAL) 11/10/2000

Eleições municipai de 2000 17h38min: 42

RELATÓRIO DE RESULTADO DA VOTAÇÃO DOS CANDIDATOS POR MUNICÍPIO

MUNICÍPIO: 79553 – QUEDAS DO IGUAÇU

CARGO: VEREADOR

CANDIDATO – PARTIDO/COLIGAÇÃO QTB. VOTOS CLASS. %VAL. %COMP.

MUNICÍPI VEREADOR PARTIDOS COLIGAÇÕES VÓTOS CLASSE %VAL %COMP.

Q. IGUAÇU 11666 - ALAERCIO COMARA PTB/PFL/PPB 823 QP 5,83 5,64

Q. IGUAÇU 40 789 - JOÃO MARIA ZGODA PV/PSB/PRP 533 QP 3,78 3,65

Q. IGUAÇU 45.333 – ERANDI ANTONIO BUSS DUTRA PSDB/PST 522 QP 3,70 3,58

Q. IGUAÇU 45.123 – SEBASTIÃO QUADRO DA SILVA PSDB/PST 492 QP 3,49 3,37

Q. IGUAÇU 45,677 – LEONILDO PEDRINHO DALBOSC PSDB/PST 419 QP 2,97 2,87

Q. IGUAÇU 12,333 – ELCIO JAIME DA LUZ PMDB/PSDC/PRN/PL/PSL/PDT 386 QP 2,74 2,64

Q. IGUAÇU 15,688 – ANOROSVAL COLOMBO PMDB/PSDC/PRN/PL/PSL/PDT 356 QP 2,52 2,44

Q. IGUAÇU 44.444 – RONI CESAR CHIOCHETTA PV/PSB/PRP/ 349 QP 2,47 2,39

Q. IGUAÇU 14,633 – NAIR TURETA PTB/PFL/PPB 342 QP 2,42 324

Q. IGUAÇU 45,115 – TADEU PRASNIEVSKI PSDB/P´ST 321 QP 2,28 2,20

Q. IGUAÇU 45.122 – VALMIR JOSÉ OSOWSKI PSDB/PST 321 QP 2.28 2,20

Q. IGUAÇU 25.625 – JOSÉ VALMOR MARTINS PTB/PFL/PPB 317 QP 2,25 2,17

Q. IGUAÇU 45,630 – TOMAZ GONÇALVES DE MELO PSDB/PST 317 QP 2,25 2,17

Q. IGUAÇU 45.555 – OSNI SOARES DA SILVA PSDB/PST 312 QP 2,21 2,14

Q. IGUAÇU 27.555 – AMBROSIO JACUBOSKI PMDB/PSDC/PRN/PL/PSL/PDT 309 QP 2,19 2,12

Q.IGUAÇU 14,680 – JOÃO CARLOS FERREIRA PTB/PFL/PPB 307 QP 2,18 2,10

Q. IGUAÇU 14,666 – DOMINGOS DIONISIO WISNIEVSKI PTB/PFL/PPB 242 QP 1,72 1,66

Q. IGUAÇU 14,614 – ALBERI FERREIRA DA LUZ PTB/PFL/PPB 238 QP 1,69 1,63

Q. IGUAÇU 40,644 – MARCILIO JOSÉ DA SILVA PV/PSB/PRP 218 QP 1,55 1,49

Q. IGUAÇU 36,580 – LEONIR CAIMI PMDB/PSDC/PRN/PL/PSL/PDT 217 1,54 1,49

Q. IGUAÇU 15,678 – DINARTE LADORUDZKI PSDB/PSDC/PRN/PL/PSL/PDT 214 QP 1,52 1,47

Q. IGUAÇU 43 333 – NOEMIA DE FATIMA DE LIMA PV/PSB/PRP 213 QP 1,51 1,46

Q.IGUAÇU 45 678 – ALCEU SCHNEIDER FAUSTO PSDB/PST 212 QP 1,50 1,45

Q.IGUAÇU 43 123 - LAURO RODRIGUES DA SILVA PV/PSB/PRP 199 QP 1,45 1,36

CANDIDATOS ELEITOS

A ordem de votação dos candidatos não impica sua eleição.

Dados computados em 01.10.200 19:40:51. Sujeitos a modificações.

No calculo dos aptos totalizados não estão incluídos os aptos das urnas não instaladas e não apuradas.


JUSTIÇA ELEITORAL/PR pag.: 3

Sistema de gerenciamento – versão 1.7 (oficial) 11.10.2000

Eleição municipal de 2000 17:38:42


RELATÓRIO DE RE4SULTADOS DA VOTAÇÃO DOS CANDIDATOS POR MUNICÍPIO.

MUNICÍPIO: 79553 – QUEDAS DO IGUAÇU.

VEREADORC

CANDIDATO PARTIDO/COLIGAÇÃO QTD.VOTOS CLASS. %VAL %COMP.

CANDIDATO PARTIDO/COLIGAÇÃO QTD.VOTOS CLASS. %VAL %COMP

11, 633 – MARCOS IDIMIR PRASNIEVSKI PTB/PFL/PPB 196 1.39 1.34

14,660 – JOÃO MACHADO DA SILVA PTB/PFL/PPB. 193 1.37 1.32

17.888 – ADOLFO VITOR SANTINI FILHO PMDB/PSDC/PRN/PL/PSL/PDT 192 1.36 1.32

45,101 – LICEU BELICA KANIGOSKI PSDB/PST 182 1.29 1.23

43.111 – ADAIR MENDES PV/PSB/PRP 180 1.28 1.23

45.999 –MARCUS VINICIUS DO NASCIMENTO PSDB/PST/PSDB/PST 179 1.27 1.23

15.610 –ILDO SCHITZ PMDB/PSDC/PRN/PL/PSL/PDT. 159 1.13 1.09

25.630 – JORDÃO VIANA PTB/PFL/PPB 159 1.13 1.09

12,775 – JOÃO SIIKA PMDB/PSDC/PRN/PLPSL/PDT. 158 1.12 1.08

45.444 – RICARDO KASANOSKI PSDB/PST 158 1.12 1.08

27.530 – VACINTO ANDRADE PMDB/PSDC/PRN/PL/PSL/PDT. 155 1.10 1.06

43.555 – ARI BORGES PV/PSB/PRP. 155 1.10 1.06

13.642 – ABRÃO AUGUSTO FERREIRA PT 149 1.06 1.02

40.666 – VITOLDO SARMIECKI PV/PSB/PRP. 138 0,98 0,95

14,699 – ROSANE FÁTIMA PASSAGLIA PTB/PFL/PPB. 135 0,96 0,92

14,611 – ANAIR PEREIRA PTB/PFL/PPB 133 0,94 0,91

45,111 – JONAS NOBLIA ARPINO PSDB/PST. 129 0,91 0,88

12555 – BENO FERREIRA PORTO PMDB/PSDC/PRN/PL/PSL/PDT. 121 0,86 0,83

27.500 – OLIVÉRIO MIGUEL GAPSKI PMDB/PSDC/PRN. 115 0,82 0,79

43.222 – EURIDE ANTUNES FERREIRA PV/PSB/PRP. 110 0,78 0,75

13,613 – WILTON ANTONIO MILCZAREK PT 109 0,77 0,75

13.645 – TELO CHIAPETTI PT 107 0,76 0,73

13.611 – MARCOLINO HUTTER PT 0,73 0,71

A ordem de votação dos candidatos não implica sua eleição.

Dados computados em 01.10.2000 – 19:40:51, sujeito a modificações. No cálculo dos aptos totalizados os aptos das urnas não instalçadas e não apuradas.

JUSTIÇA ELEITORAL/PR

Sistema de gerenciamento – versão 1.7 (oficial) – 11.10.2000 – PAG.: 4 – 17:38:42 1º TURNO

ELEIÇÕES MUNICIPAIS DE 2000

RELATÓRIO DE RESULTADO DA VOTAÇÃO DOS CANDIDATOS POR MUNICÍPIO

MUNICÍPIO: 79553 – QUEDAS DO IGUAÇU. CARGO DE VEREADOR.

CANDIDATO PARTIDO VOTOS CLASS. %VAL. %COMP.

15655 – JOÃO BIRAJARA DA COSTA PORTO PL/PSL/PDT. 98 0,69 0,67

13.234 – RAULINO MELODE SOUZA PT 97 0,69 0,66

13.313 – GERALDO SIKOCKI COLCENTI PT 97 0,69 0,66

12.345 – ELIO ELOI DOMANSKI PMDB/PSDC/PRN/PL/PSL/PDT. 95 0,67 0,65

45.888 – ALCEU LINHARE PSDB/PST. 82 0,58 0,56

15.650 – ANTONIO CARLOS DE MOURA ASSERMAN PL/PSL/PDT 77 0,55 0,53

45.450 – SIDINEI QUEIROZ PSDB/PST. 77 0,55 0,53

40,612 – ANGELO DOMINGO SECCO PV/PSB/PRP. 73 0,52 0,50

11,654 – VALDECIR CAGNINI PTB/PFL/PPB 65 0,46 0,45

40,678 – LUIZ CARLOS MIRANDA PV/PSB/PRP. 62 0,44 0,42

15,666 / ARI LOPES SANTANA PMDB/PSDC/PRN/PL/PSL/PDT. 60 0,43 0,41

13,620 – ELIO ANTUNES DE CHAVES PT 57 0,40 0,39

22,222 – MARI GORETI GARCIA PMDB/PSDC/PRN/PSL 57 0,40 0,39

25.660 – DÉCIO FRANCISCO MARTELLI PTB/PFL/PPB 49 0,35 0,34

27.110 – ANTONIO DA SILVARABELO PMDB/PSDC/PRN/PL/PSL/PDT. 49 0,35 0,34

45.422 – JOSÉ RODRIGUESDE OLIVEIRA PSDB/PST. 49 0,35 0,34

13.013 – VERA LUCIA NOVELLO PT. 47 0,33 0,32

45.445 – MARIA HELENA BARBOSA SPACKI PSDB/PST. 44 0,31 0,30

13,333 – PT. 39 0,28 0,27

13.130 – JOSÉ VALTER PADILHA PT 35 0,25 0,24

40.699 – CASEMIRO MACHADO DE BOMFIM PV/PSB/PRP 34 0,24 0,23

13,678 – NILSON POSONI PT 29 0,21 0,20

12.444 – MARIO SZULC PMDB/PSDC/PRN. 16 0,11 0,11

CANDIDATOS ELITOS:

A ordem de votação dos candidatos não implica sua eleição.
Dados computados em 01.10.2000 – 19:40:51, sujeito a modificação. No calculo dos aptos totalizados não estão incluídos os aptos das urnas não estaladas e não apuradas.

JUSTIÇA ELEITORAL – pag. 5

Sistema de gerenciamento – Versão 1.7 (oficial) – 11.10.2000- eleição municipal de 2000 – 1º turno

RELATÓRIO DE RESULTADOS DA VOTAÇÃO DOS CANDIDATOS POR MUNICÍPIO.

MUNICÍPIO: 79553 – QUEDAS DO IGUAÇU

VEREADOR PARTIDO VOTOS CLASS. %VAL %COP.

14.623 – ADILSON TADEU POTULSKI PL/PSL/PDT/PTB/PFL/PPB. 16 0,11 0,11

13.605 – HELIOMAR PINTO VIEIRA PT 14 0,10 0,10

RESUMO – QTB - %COMP.- QTB. - PERCENTUAL

Qtd. Percentual

Aptos totalizados: 19.254 – Seções com urna: 76

Votos nominais 13.012 89.12 Seções totalizadas 76 100.00

Votos brancos 172 1,18 Eleitorados 19,254

Votos núlos 321 2,20 Comparecimento 14.600 75.83

Votos de legenda 1,095 7,50 Abstenção 4,654 24,17

CANDIDATOS ELEITOS:

A ordem de votação dos candidatos não implica sua eleição. Dados computados em 01.10.2000 19:40:51, sujeitos a modificações. No cálculo dos aptos totalizados não estão incluídos os aptos das urnas não instaladas e não apuradas.

JUSTIÇA ELITORAL – ELEIÇÕES MUNICIPAI 2004 – QUEDAS DO IGUAÇU - PR

Consulta de resultados Eleitorais - Resultado da Eleição.

UF – (PARANÁ) – Município – (QUEDAS DO IGUAÇU) – Cargo (TODOS) – Situação – (TOTA) – Partido – (TODOS).

29.07.2008 – 13:57:37 – Dados sujeito a alteração.

Última atualização em: 06/03/2008.

Vótos Situação Válidos % - Coligação

Cargo Partido Nº Candidato

Prefeito PMDB 15 Gelmar João Chmiel 6.944 Eleito 46,878 – PDT/PMDB/PSL/PTN/PFL/PV/PTDOB

Prefeito PSDB 45 Vitório Revers 6.644 Não eleito 44.852 PSDB/PSB/PL/PTB/PPS/PSDC/PHS/PMN

Prefeito PT 13 Rudi Schaedler 1.225 Não eleito 8,27 – PP/PSC/PRP/PT

Vereador PTB 14.555 OSNI SOARES DA SILVA 882 ELEITO 5.806 – PTB/PSDC/PMN.

Vereador PPS 23688 Anorosval Colombo 703 Eleito 4.627 – PL/PPS/PHS/PSB/PSDB

Vereador PMDB 15678 José Tureta 657 Eleito 4.627 – PMDB/PSL/PFL/PV/PTDOBE.

Vereador PSB 40123 Tomaz Gonçalves de Melo 524 Eleito 3.449 – PL/PPS/PHS/PSB/PSDB.

Vereador PMN 33333 Vanderlei Hartcopf 524 Eleito 3.449 – PTB/PSDC/PMN.

Vereador PFL 25123 Maria Fedrigo schreiner 513 Eleito 3.377 – PMDB/PSL/PFL/PV/PT/PTDOB.

Vereador PTSOB 70.123 Marcos Aurélio Giraldi 493 Suplente 3.245 – PMDB/PSL/PFL/PV/PTDOB.

Vereador PSDB 45.678 Dinarte Ladorudzki 482 Elei.p.m. 3.173 – PL/PPS/PHS/PSB/PSDB.

Vereador PSDB 45111 Lauri Paulo Giacomet 451 Suplente 2.969 – PL/PPS/PHS/PSB/PSDB.

Vereador PL 22345 LEONILDO Pedrinho Dalbosco 442 Suplente 2.909 – PL/PPS/PHS/PSB/PSDB.

Vereador PSDC 27890 Sergio Luiz Wrzsinski 439 Suplente 2.89 – PTB/PSDC/PMN.

Vereador PDT 12333 Ivar Antonio Lins Eleutério 436 Eleito 2.87 – PDT/PTN.

Vereador PL 22222 Manoel Bonfim 430 Suplente 2.83 – PL/PPS/PHS/PSB/PSDB.

Vereador PTB 14567 José Valmor Martins 359 Suplente 2.363 – PTB/PSDC/PMN.

Vereador PDT 12644 Marcilio José da Silva 359 Eleit.p.m 2.363 – PDT/PTN.

Vereador PFL 25789 Paulo Fabiane 357 Suplente 2,35 – PMDB/PSL/PFL/PV/PTDOB.

Vereador PMN 33123 Antonio da Rosa 346 Supente 2,278 – PTB/PSDC/PMN.

Vereador PP 11456 João Carlos Ferreira 344 N.Eleito 2.264 – PP/PSC/PRP/PT.

Vereador PSB 40789 Joira Salete Zgoda 343 Suplente 2.258 / PL/PPS/phs/PSB/PSDB.

Vereador PMN 33456 Alceu Schieder Fausto 315 Suplente 2,073 – PTB/PSDC/PMN.

Vereador PDT 12222 Adolfo Vitor Santini Filho 311 Suplente 2.047 – PDT/PTN.

Vereador PT 13123 Claudemir torrente Lima 290 N.Eleito 1.909 – PP/PSC/PRP/PT.

Vereador PMN 33550 Vilson Paulino de França 267 Suplente 1.758 – PTB/PSDC/PMN.

Vereador PSDB 45555 Neuza Terezinha Toczek 239 Suplente 1.573 – PPS/PHS/PSB/PSDB.

Vereador PTN 19456 Ademar Harca 235 Suplente 1.547 – PDT/PTN.

Vereador PTN 19555 Ivo Potulski 212 Suplente 1.395 – PDT/PTN.

Vereador PT 13642 Abraão Augusto Ferreira 208 Suplente 1.369 – PP/PSC/PRP/PT.

Vereador PT 13456 Telmo Chiapetti 203 Suplente 1.336 – PP/PSC/PRP/PT

Vereador PSDB 45123 Valmir José Osowski 196 Suplente 1.29 – PL/PPS/PHS/PSB/PSDB.

Vereador PT 13789 Aldir Klein 172 Suplente 1.123 – PP/PSC/PRP/PT.

Vereador PTN 19124 Maltinho Beira Gonçalves 163 Suplente 1.073 – PDT/PTN.

Vereador PSDB 45115 Tadeu Prasnievski 159 Suplente 1.047 – PL/PPS/PHS/PSB/PSDB.

Vereador PTN 19123 José dos Santos Tigre 150 Suplente 0,987 – PDT/PTN.

Vereador PSC 20222 Joani Rosa da Silva 146 Suplente 0.961 – PP/PSC/PRP/PT.

Vereador PDT 12345 Elio Eloi Domanski 140 Suplente 0.922 – PDT/PTN.

Vereador PSDC 27500 Olivério Miguel Gapski 139 Suplente 0.915/PTB/PSDC/PMN.

Vereador PSL 17123 José Wyrboski 138 Suplente 0,908 – PMDB/PSL/PFL/PV/PTDOB.

Vereador PSL 17110 Valdemir Rosa ramos 136 Suplente 0,895 – PMDB/PSL/PFL/PV/PTDOB.

Vereador PTB 14222 Antonio Cardoso 136 Suplente 0.895 – PTB/PSDC/PMN.

Verador PDT 12369 Danilo Antonio Faustino 118 Suplente 0,777 – PDT/PTN.

Vereador PMDB 15555 Celita Keller 102 Suplente 0,671 – PMDB/PSL/PFL/PV/PTDOB

Vereador PL 22789 Noêmia de Fátima Lima 96 Suplente 0,632 – PL/PPS/PHS/PSB/PSDB.

Verador PMDB 15650 Esmeraldo de Souza Roidrigues 92 Suplente 0,606 – PMDB/PSL/PFL/PV/PTDOB.

Vereador PDT 12555 Lourdes Silva dos Santos 90 Suplente 0,592 – PDT/PTN.

Vereador PTN 19999 Valdivino de Camargo Ribeiro 86 Suplente 0,566 – PDT/PTN.

Vereador PMDB 15113 Luiz Antunes da Silva 81 Suplente 0,533 – PMDB/PSL/PFL/PV/PTDOB.

Vereador PMDB 15666 Ari Lopes Santana 80 Suplente 0,527 – PMDB/PSL/PFL/PV/PTDOB.

Vereador PMDB 15454 Claudio Sebastião Lucas 79 Suplente 0,52 – PMDB/PSL/PFL/PV/PTDOB.

Verteador PRP 44789 Geraldo Grisa 56 Suplente 0,369 – PP/PSC/PRP/PT.

Vereador PMDB 15560 Emilia Lucia Potulski 45 Suplente 0,296 – PMDB/PSL/PFL/PV/PTDOB.

Vereador PT 13532 Roque dos Santos Morais 44 Suplente 0,29 – PP/PSC/PRP/PT.

Vereador PSB 40113 Ivo Rojahn 28 Suplente 0,184 – PL/PPS/PHS/PSB/PSDB.

Vereador PTN 19353 Rosinha Apar. Alves de Morais 24 Suplente 0,158 – PDT/PTN.

Vereador PPS 23013 Sirlei de Fátima Loebrein 22 Suplente 0,145 – PL/PPS/PHS/PSB/PSDB

Vereador PMDB 15123 Antonio Vantil Sitko 21 Suplente 0,138 – PMDB/PSL/PFL/PV/PTDOB

Vereador psc 20532 Vilmar Luiz Ferreira 20 Suplente 0,132 – PP/PSC/PRP/PT

Vereador PDT 12610 David Antoniolli 18 Suplente 0,118 – PDT/PTN

Vereador PDT 12666 Marli Verônica Rocha 15 Suplente 0,099 – PDT/PTN

Historiador: Antonio Monteiro da Silva

quarta-feira, 8 de agosto de 2012

O QUE É UM CASAMENTO ENTRE DUAS PESSOAS

CASAMENTO ENTRE DUAS PESSOAS

É o contrato bilateral e solene, realizado entre pessoas de sexos diferentes, pelo qual é constituída, legalmente, a união destas. É fato gerador do dever de fidelidade e de assistência recíproca e aos filhos.
O casamento estabelece comunhão plena de vida, com base na igualdade de direitos e deveres dos cônjuges. (Art. 1.511, do Código Civil).
Pelo casamento, homem e mulher assumem mutuamente a condição de consortes, companheiros e responsáveis pelos encargos da família, podendo dispor sobre o planejamento familiar, como livremente entenderem.

2 - CASAMENTO EM CARTÓRIO

É aquele que é celebrado na sala de casamento ou local previamente determinado pelo Cartório dentro das suas dependências, de forma pública, a portas abertas durante todo o ato de sua realização, estando presentes o Juiz de Paz, o Escrevente Autorizado, os noivos e duas ou mais testemunhas.
Geralmente o espaço físico disponível na serventia não é muito amplo, ficando reduzido o numero de pessoas que possam participar.

3 - CASAMENTO REALIZADO FORA

É aquele que é celebrado fora das dependências do Cartório, por motivo de força maior, por vontade dos noivos e consentindo o Juiz de Paz. Geralmente em restaurante, onde haverá a recepção.

Da mesma forma que o casamento em Cartório, este deve ser realizado de forma pública, a portas abertas durante todo o ato de sua realização, estando presentes o Juiz de Paz, os noivos e quatro testemunhas, além dos convidados.

4 - CASAMENTO RELIGIOSO COM EFEITO CIVIL

É aquele que é celebrado fora das dependências do Cartório, porém quem preside o ato do casamento não é o Juiz de Paz, mas a autoridade religiosa. Pode ser celebrado na igreja ou em restaurante. Da mesma forma que o casamento em Cartório, este deve ser realizado de forma pública, a portas abertas durante todo o ato de sua realização.

A autoridade religiosa fica investida nas funções de Juiz de Paz durante a celebração, porém, não adquire as prerrogativas inerentes à função de Juiz de Paz.

IMPORTANTE:

Existem algumas associações que concedem aos associados a credencial de Juiz de Paz Eclesiástico. Esta função não tem previsão legal e pode caracterizar crime.

5 - DOCUMENTOS:

A relação de documentos necessários para a Habilitação de Casamento pode variar de acordo com a Comarca, mas via de regra são exigidos os seguintes documentos:

1. Comprovante de residência

2. Cédula de Identidade e CPF

3. Certidão de Nascimento atualizada

4. Duas testemunhas, maiores de 18 anos com Cédula de Identidade e CPF

Maiores informações poderão ser obtidas nas serventias onde será celebrado o casamento.

ENDEREÇO DOS CARTÓRIOS DO PARANÁ

http://www.irpen.org.br/busca_oficios.php


CARTÓRIO COMPETENTE EM CURITIBA - CIRCUNSCRIÇÃO

http://www.circunscricao.serc.pr.gov.br/circunscricao/

6 - REGIMES

No Brasil, os principais regimes de bens são:

A - COMUNHÃO PARCIAL DE BENS

No regime de Comunhão Parcial de Bens, comunicam-se os bens que forem adquiridos após o casamento. Os bens que cada um possuía antes do casamento, permanecem de propriedade individual.

B - COMUNHÃO UNIVERSAL DE BENS

No regime de Comunhão Universal de Bens, comunicam-se todos os bens adquiridos antes e depois do casamento, incluindo herança, dívidas.

C - SEPARAÇÃO DE BENS

No regime Separação de Bens, os bens não se comunicam, cada um administra os seus bens.

D - PARTICIPAÇÃO FINAL NOS AQÜESTOS

Pelo regime de participação final dos aqüestos, cada um administra os seus bens (desde que esteja especificado na escritura de pacto), só no caso de dissolução da sociedade conjugal, é que o montante do patrimônio é separado, o que cada um possuía antes é individual, e o que foi adquirido depois é dividido entre os dois.

IMPORTANTE:

O regime de bens pode ser modificado após o casamento, mediante ação judicial e havendo concordância dos cônjuges.
É obrigatório o regime de Separação Total de Bens aos noivos maiores de 70 (setenta) anos, de acordo com o disposto na Lei n° 12.344/2010, e aos demais casos previstos no artigo 1641, do Código Civil